“Um dois três indiozinhos”- e o graffite de Cranio

Outro dia eu estava olhando umas imagens em um site que eu adoro, onde encontrei umas imagens de pinturas em graffite de um artista brasileiro que chamaram minha atenção – primeiro porque eu gosto muito de graffite e arte de rua, segundo pelos temas abordados pelo autor dessas pinturas. Fábio de Oliveira, mais conhecido como Cranio é o criador dos polêmicos indiozinhos que estampam muros em vários pontos da cidade de São Paulo. Cranio faz críticas que podem ser claramente vista em suas pinturas, de uma forma bem humorada – o que aproxima ainda mais sua arte com a realidade dos brasileiros. Em suas obras podemos observar protestos contra a destruição do meio ambiente, ao consumismo, ao capitalismo, onde indiozinhos azuis protagonizam cenas em que tentam integrar-se na sociedade contemporânea, denunciando de forma satírica muitos dos exageros nocivos que caracteriza a sociedade atual.

Além dos muros de São Paulo, Cranio já expôs em algumas galerias e tem seu trabalho reconhecido internacionalmente. Sobre sua preferência em pintar nos muros da cidade, e que é de muitas maneiras uma arte efêmera, Cranio diz: “A paixão de pintar pela cidade é o que me marca, passar por um lugar e ver seu desenho e as pessoas admirando, não tem preço”.

Abaixo seguem algumas imagens que selecionei para que vocês possam conferir um pouco do talento de Fabio de Oliveira, o Cranio.

A propósito, a página em que encontrei as imagens é Tagged with amazonian tribal culture on We Heart It.